ConsummationKATIE VON SLEICHER  –  “Consummation”

 

Katie Von Schleicher é uma nova-iorquina que também toca na banda de Americana, Wilder Maker, mas que em desempenho solo explora as fronteiras do psych rock; “Consummation” o segundo trabalho dela, recentemente lançado, é inspirado numa leitura alternativa do filme “Vertigo” de Alfred Hitchcock, transplantado para o universo gótico de couros e bandanas, com arranjos virtuosísticos e cavernosos. Um talento a ser conferido.

 

 

 

 

Uneasy LaughterMOANING – “Uneasy Laughter”

“Uneasy Laughter” o novo trabalho do trio de synth-pop de Los Angeles, Moaning é uma gratíssima surpresa que nos traz como que uma releitura da obra do New Order, com pitadas do The Cure e do The Sound.  Pode parecer uma mistureba oitentista meio confusa, repaginada com influências do The Killers. mas o resultado final é certamente um dos discos mais prazerosos de ser escutado.

 

 

 

Saint Cloud (Coke Bottle) (IEX)WAXAHATCHEE – “Saint Cloud”

 

Waxahatchee é o codinome da americana Katie Crutchfield, tirado do nome de um córrego não muito distante de seu alabama natal e parece simbolizar tanto suas origens quanto seu destino e suas intenções; mais intimista e com uma pegada de folk/country sulista mais clássica do que seus registros anteriores, “Saint Cloud” realça ainda mais as qualidades de composição de uma das mais originais intérpretes atuais da cena indie pop.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *