Entries by Paulo Monteiro

,

“Ithaca” – de Constantino Cavafis

O poeta grego de Alexandria Constantino Cavafis (1863 – 1933) nos fala sobre a importância de desfrutar o caminho, de qualquer caminho, e não apenas do anseio pela meta: uma metáfora que pode se estender a muitos processos de nossa vida. “The Bough Bends”   –    Tindersticks     Retrato do poeta Constantino Cavafis (1863 […]

,

SOMOS O QUE PENSAMOS

Citação budista de Sharon Salzberg, em “Lovingkindness”   “Laurens, Iowa”  –  Angelo Badalamenti   Em uma frase bem conhecida, Buda disse: “o ódio jamais pode cessar com ódio. O ódio só pode cessar com amor. Esta é uma lei eterna”. Podemos começar a transcender o ciclo de aversão quando conseguimos parar de ver a nós […]

“O fogo de ba’al shem tov”

“Para o buscador realmente sério, toda a sua vida deve acontecer aqui e agora. Ele ou ela ouve a voz da subida das águas, sua efervescência nas ravinas, e ele ou ela vê a eternidade germinar nos campos do tempo, como se isso acontecesse em seu próprio sangue. Assim, esse homem, ou essa mulher, não […]

,

Darcy Ribeiro

Darcy Ribeiro  (1922 – 1997)   foi educador, político, etnólogo, antropólogo e escritor brasileiro. “Vanish”  –  Nicolas  Jaar   Na área da antropologia, aprofundou na análise das comunidades indígenas. O principal conceito difundido por ele foi o de identidade cultural. E provavelmente foi essa sua contribuição eterna para o povo brasileiro. Notabilizou-se fundamentalmente por trabalhos desenvolvidos nas […]

,

Nossos Filhos e a Educação

Thích Nhất Hạnh  é  um  monge   budista   pacifista  e  escritor vietnamita   e  um   dos  mestres  do zen-budismo mais   conhecidos   e  respeitados  do mundo  de hoje. “Barcarolle”  –  Lubomyr Melnyck      Por ocasião da Guerra  do  Vietnam, os mosteiros se defrontaram com a questão de aderir ou não, exclusivamente, à […]

,

‘Ensinando a tristeza’ – Rubem Alves

MEUS AMIGOS, COM A MELHOR das intenções, têm se queixado, dizendo que há muita tristeza no intervalo das coisas que escrevo. Essa observação mexeu comigo. Fez-me lembrar uma crônica que escrevi faz muito tempo. Era sobre a poeta Helena Kolody, que eu acabara de descobrir. Seus poemas não são alegres. São alegres-tristes. Dentre os escritos da Helena […]

, ,

SOMBRA E LUZ (Parte 2)

  I – “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento”. II – “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo” (Em Mateus 22:37-40)     Vivemos tempos confusos e estranhos em todos os locais do mundo. Independentemente da localização geográfica e […]