Harold M. Budd (1936 – 2020), um compositor avant-garde, poeta e pianista conhecido por sua música introspectiva, minimalista e calma, um som “espacial’ muitas vezes confundido com música ambiente, e por sua colaboração com Brian Eno e o Cocteau Twins, morreu no último dia 8 num hospital em Arcadia, Califórnia, aos 84 anos.

Nascido em L. A. e criado no Deserto de Mojave, ele surgiu no final da década de 1960, na cena de vanguarda do Sul da Califórnia e logo se tornou conhecido por suas colaborações de longa duração com Robin Guthrie dos Cocteau Twins, inclusive participando do clássico da banda, “The Moon and the Melodies”,  e com Brian Eno, sendo mais conhecidas a parceria da dupla em “The Plateaux of Mirror” de 1980 e “The Pearl” de 1984.

Harold Budd foi um pianista virtuosístico responsável por ter criado uma técnica para piano denominada “soft pedal”

Seu último trabalho, “Another Flower” de 2020, foi lançado 04 dias antes de seu desencarne. A causa foi o covid-19, contraído durante uma terapia para se recuperar de um derrame em novembro, segundo seu agente Steve Takaki.