Mário de Sá-Carneiro (1890 — 1916) foi um poeta, contista e ficcionista português, um dos grandes expoentes do Modernismo em Portugal e um dos mais reputados membros da Geração d’Orpheu.

Infelizmente, é quase desconhecido no Brasil, fora do meio acadêmico e literário. Lamentável!

Iniciou-se na poesia com doze anos, sendo que aos quinze já traduzia Victor Hugo, e com dezesseis, Goethe e Schiller. Em 1912, conheceu  Fernando Pessoa, de quem se tornou o melhor amigo, e radica-se em Paris, para estudos na Sorbonne, que trocou pela vida boêmia e psicologicamente instável. É entre 1912 e 1916, ano de sua morte por suicídio, que ele registra toda a sua fugaz, porém profícua, carreira literária. Entre 1913 e 1914, por força do início da   I Grande Guerra Mundial, retorna várias vezes a Lisboa e, juntamente com Pessoa e Almada Negreiros, cria o primeiro grupo modernista português, responsável pela curtíssima edição – apenas dois números – da revista literária Orpheu, que deu nome ao grupo, e que hoje é reconhecidamente um dos marcos da Literatura Portuguesa.

Fonte: Wikipédia  Mário de Sá-Carneiro

 

“Pied-de-Nez”, de sua autoria, é um dos  mais  belos Sonetos  da  Língua  Portuguesa:

 

PIED-DE-NEZ

 

Lá anda a minha Dor às cambalhotas

No salão de vermelho atapetado –

Meu cetim de ternura engordurado,

Rendas da minha ânsia todas rotas…

 

O Erro sempre a rir-me em destrambelho –

Falso mistério, mas que não se abrange…

De antigo armário que agoirento range,

Minha alma atual o esverdinhado espelho…

 

Chora em mim um palhaço às piruetas;

O meu castelo em Espanha, ei-lo vendido –

E, entretanto, foram de violetas,

 

Deram-me beijos sem os ter pedido…

Mas como sempre, ao fim – bandeiras pretas,

Tômbolas falsas, carrossel partido…

 

 

Resultado de imagem para mário de sá carneiro

 

 

2 respostas
  1. 바카라
    바카라 says:

    Greetings! Quick question that’s totally off topic.

    Do you know how to make your site mobile friendly? My website looks weird when viewing from my apple iphone.

    I’m trying to find a template or plugin that might be able to fix this problem.
    If you have any recommendations, please share. With
    thanks!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *