,

A INDIGNAÇÃO DOS “ECOLOGISTAS”

 

Nada tenho contra os ecologistas  honestos e preparados. Muito pelo contrário! Até procuro defender os pontos de vista deles quando se percebe que têm algum embasamento técnico, científico e realístico e, sobretudo, um mínimo de honestidade. O que, infelizmente, quase nunca ocorre, atualmente. O que de fato se verifica no Brasil de hoje é o uso desse tema delicadíssimo e complexo com fins quase exclusivamente políticos e ideológicos. A veracidade e o embasamento necessários para dar qualquer tipo de palpite sobre esse tema são relegados a último plano em detrimento da postura ideológica que se pretende defender ou, pior, simplesmente como arma para atacar de qualquer forma e sem critério algum de honestidade e justiça o atual Governo. E isso é desonestidade intelectual. Algo muito baixo!

Dentro desse espírito, reproduzo alguns esclarecimentos adicionais sobre a questão do desmatamento, publicados por alguém que se dedicou a coletar algumas informações confiáveis sobre esse tema e que procura lançar lançar um pouco mais de luz num tema que está sendo explorado unicamente com fins de mistificar e incendiar a opinião publica com fins exclusivamente ideológicos.

 

Resultado de imagem para A INDIGNAÇÃO DOS “ECOLOGISTAS” no desmatamento

 

Cresci ouvindo meu pai dizer que “quando 01 esperto acorda, 05 bobos já estão na rua”. Hoje, acho que essa frase é uma bobagem. Não são 05. São 50!

O que não falta no Brasil são bobos, buracos e estradas de terra. Todo esse escândalo, sobre o corte do repasse alemão para um fundo de preservação que ninguém sabia da existência, prova o que estou falando. O “Fundo Amazônia” foi criado durante o governo Lula, para captação de recursos a serem usados no combate ao desmatamento. O principal doador, com 93,8% dos valores, é a Noruega. A mesma Noruega cujo governo é sócio majoritário da MINERADORA HYDRO, que atua na região amazônica, responde a mais de DOIS MIL PROCESSOS por crimes ambientais (entre eles um vazamento de lama tóxica no estado do Pará) e deve mais de 14 MILHÕES, em multas, ao governo Brasileiro.

Ou seja, é apenas um “carnê de prestações” para a VENDA DAS RIQUEZAS NACIONAIS, camuflado com o manto do “preservacionismo” progressista. Primeiro, vale lembrar que a lei de uso do solo, na região amazônica é uma das mais restritivas do planeta. Enquanto no Sul e Sudeste a propriedade deve manter 20% de mata nativa, no Norte a exigência é 80%. Ou seja, uma propriedade de 100 hectares pode cultivar somente 20 hectares. Desmatar estes 20 hectares, porém, é ABSOLUTAMENTE LEGAL Além de necessário. Afinal, ninguém faz fotossíntese.

Resultado de imagem para desmatamentoPortanto, precisamos de alimentos. É EXATAMENTE essa a discussão sobre os dados do INPE. Quando o órgão divulgou aquela prévia, referia-se ao DESMATAMENTO TOTAL, verificado por imagens de satélite. Faz-se necessária, então, a confirmação de que este desmatamento realmente é ILEGAL. Não, apenas, áreas agricultáveis, PREVISTAS NA LEI. A divulgação prematura foi TOTALMENTE IRRESPONSÁVEL e o presidente está coberto de razão em questiona-los. Um órgão público, mais do que qualquer outro, deve ter COMPROMISSO COM A VERDADE.

O chilique europeu, com a exigência de confirmação do governo, não passa de um teatrinho mambembe. Tem que ser muito inocente para acreditar que a Europa, que devastou quase a totalidade de sua vegetação nativa, está preocupada com o desmatamento da Amazônia, que em 519 anos foi de apenas 8%. Sim, amiguinho “ecochato”, 92% da floresta está ABSOLUTAMENTE INTACTA, desde o descobrimento.

O que interessa para os gringos é o que está DEBAIXO DO SOLO. É a exploração dos BILHÕES DE DÓLARES em recursos naturais, dentro do território brasileiro. Exatamente como faz a “benevolente” Noruega, com sua mineradora criminosa. Se estivessem preocupados com árvores, com todo o dinheiro gasto aqui, já teriam reflorestado metade do velho continente. O que, sabemos, não é o caso. ECOLOGIA COISA NENHUMA!

O problema deles, com Bolsonaro, é ECONOMIA! O presidente tirou a placa de “vende-se” da nossa floresta tropical e os “donos do mundo”, que há anos leiloavam suas riquezas, ficaram putos da vida. Só isso. Nada mais!

Os homens quando não são forçados a lutar por necessidade, lutam por ambição.

(MAQUIAVEL, Nicolau)

 

Texto de Resultado de imagem para Felipe Fiamenghi Felipe Fiamenghi (14/07/2019)

0 respostas

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *