Entries by Paulo Monteiro

,

“Crux” – Apeles

Eduardo Praça passou grande parte da presente década transformando as próprias desilusões em música.     Um delicado exercício criativo que se reflete na produção de obras como Desconocidos  (2011) e Amor Violento (2015), dois únicos álbuns de estúdio da extinta Quarto Negro, mas que ajudam a traduzir a forma como sentimentos, memórias e experiências particulares se entrelaçam […]

,

OS DOZE FILHOS DA TERRA E DO CÉU

  Unida a Urano (Céu), pela força de Eros, Gaia (Terra) tem inicialmente doze filhos: seis homens e seis mulheres – os Titãs e as Titânias. São forças violentas que povoam o mundo  e iniciam longa e penosa  história, afirma o poeta Hesíodo. Alguns se sobressaem pelo poder, outros se destacam pela tragédia. Poderosa é […]

,

RETALHOS A GRANEL DE PAULO MONTEIRO, PARTE 17: “PARA O BEM OU PARA O MAL”

É com muito orgulho que informo que com este artigo completo neste 07 de Setembro festivo 17 edições da série RETALHOS A GRANEL DE PAULO MONTEIRO, uma série iniciada em 11 de abril de 2017 e que está inteiramente disponibilizada para leitura no meu site, Cults & Raridades, clicando nas seções de Política/Atualidades. Essa série de […]

,

O último abraço que me dás

    O lugar onde, até hoje, senti mais orgulho em ser pessoa foi o Serviço de Oncologia do Hospital de Santa Maria, onde a elegância dos doentes os transforma em reis. Numa das últimas vezes que lá fui encontrei um homem que conheço há muitos anos. Estava tão magro que demorei a perceber quem […]

,

AS NUANCES DO AMOR

A Psicanálise propõe como a primeira forma de amor, a primeira experiência vivida, o amor a si mesmo, chamado por Freud o amor narcisístico; e a segunda, o amor anaclítico, o amor ao outro, representado pela mãe, aquele que nos deseja, que nos satisfaz nas nossas necessidades e nos protege. A primeira relação de amor […]

DISCO DO MÊS DE AGOSTO 2019

“Oscillation”  –  Oh Hiroshima     Não é tão comum colocar um trabalho de “post-rock”, aquele subgênero do indie caracterizado por longos instrumentais, quase sempre viajantes, no topo dos melhores álbuns do mês. Mas, é exatamente o que acontece com este terceiro trabalho do power  trio sueco, Oh Hiroshima, formado em 2007. Ousando transpor as […]