CIENTISTAS CRIAM BARULHO INAUDÍVEL QUE PODE IMPEDIR GRAMPOS

Desenvolvido em uma universidade dos EUA, ele não é detectável pelo ouvido humano – mas embaralha gravações.

Os microfones vêm de fábrica com um limite de frequência sonora que conseguem captar. A boa notícia é que, mesmo nos modelos mais comuns, esse valor é alto – ficando na casa dos 24 kHz. Como somos incapazes de ouvir freqüências além de 20 kHz, dá e sobra. Isso nos permite gravar tudo que importa com um microfone simples. Um trabalho desenvolvido na Universidade de Illinois, no entanto, encontrou uma forma de driblar o uso dessas ferramentas de gravação. O sistema desenvolvido pelos pesquisadores, chamado “BlackDoor”, transforma sons cotidianos, que poderiam ser gravados com gravadores comuns, em barulhos completamente inaudíveis para os humanos – mas ainda assim identificáveis por qualquer microfone.

“O segredo da técnica está em combinar vários tons que, ao interagirem com a mecânica do microfone, criam uma espécie de sombra sonora”, explica Nirupam Roy, um dos autores do estudo. A nova frequência criada, de 40 kHz, é transmitida por alto-falantes ultrassônicos – que entregam um “barulho branco” para os gravadores.

 

 

 

Por Guilherme Eler  para a  Revista  Super Interessante

0 respostas

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *