,

DISCO DO MÊS DE NOVEMBRO 2019

“Magdalene”  –  FKA Twigs

 

 

Tahliah Debrett Barnett (nascida 16 de janeiro de 1988), conhecida pelo nome artístico de FKA Twigs é uma cantora, compositora, produtora musical e dançarina britânica.

Descendente de pai jamaicano e mãe inglesa, Barnett não conheceu o pai, um dançarino de jazz, até completar 18 anos, tendo sido criada pelo padrasto e pela mãe, que costumava trabalhar como dançarina e ginasta. Cresceu em Gloucestershire o qual Barnnett descreve como “um lugar no meio do nada”. Vinda de uma família de baixa renda, sua educação foi paga através de bolsas de estudo.

Aos 17 anos, mudou-se para a parte Sul de Londres para seguir carreira de dançarina.

Twigs lançou de forma independente seu primeiro EP, intitulado “EP1”, em 4 de dezembro de 2012. Ela postou um vídeo para cada faixa do EP no seu canal do YouTube. Desde seu primeiro vídeo, o mesmerizante “Hide”, ainda em 2012, FKA Twigs surgiu como um cometa de raro brilho no universo da mídia e até da multimídia

Em Agosto de 2013, twigs lançou o vídeo para o seu primeiro single, “Water Me” no YouTube. O vídeo foi dirigido por Jesse Kanda. No mesmo mês, o jornal “The Guardian” lista FKA twigs como “Nova Banda do Dia”, descrevendo ela como “o melhor exemplo para o Reino Unido até agora de um R&B etéreo e único.”

O segundo EP de Twigs, “EP2” foi lançado pela gravadora Young Turks em setembro de 2013. O EP foi produzido por FKA twigs e pela produtora Arca. O site de música Pitchfork deu ao EP uma nota de 8/10. Em dezembro twigs foi indicada para o prêmio da BBC “Sound of 2014” e também foi escolhida pelo Spotify para a lista “Spotlight on 2014”. Twigs também apareceu na lista da Billboard “14 Artists to Watch in 2014”.

FKA Twigs tem sido descrita como “pop cativante” com “vocais sussurrantes”. Seu trabalho tem sido comparado ao de Tricky . Os primeiros cantores que tiveram um impacto sobre FKA foram Billie Holiday, Ella Fitzgerald e Marvin Gaye.

Ao descrever sua arte, ela diz: “Eu não estou restringida por qualquer gênero musical que eu gosto de experimentar com sons, gerando emoções ao mesmo tempo colocando a minha voz em certos ambientes […] Younger, eu só ouvia punk, Siouxsie and the Banshees […] e, em seguida, eu encontrei a minha própria maneira de tocar punk. Eu gosto de sons industriais e incorporando sons da vida cotidiana como um alarme de carro.”

Twigs dispõe de uma levíssima voz de soprano, com agilidade fluida, fácil emissão da região aguda e graves moderadamente satisfatórios para uma interprete de timbre tão doce. Nesses 07 anos, desde que surgiu, ela fez de sua arte uma espécie de experiência teatral multimídia, elaborando shows e vídeos que flertam com as fronteiras entre o clássico e o avant-garde. Em suas performances ao vivo dança e movimentação significativa não é um problema para seu canto, já que Twigs é uma bailarina profissional jovem e com grande estamina, o que lhe permite trazer à sua performance maior credibilidade e virtuosismo em cena.

“Magdalene” seu primeiro álbum em 04 anos, é de longe seu melhor trabalho. Tão introspectivo quanto todos os seus trabalhos, é muito mais focado na voz dela, em todas as suas nuances, como condutor fulcral de seu trabalho.

Escrito durante sua relação pública com alguém de personalidade vampiresca, ela afirma ter encontrado inspiração para seu trabalho na vida de Maria Madalena.

“Thousand eyes” abre o disco com FKA Twigs cantando na austeridade polifônica de uma igreja medieval, como se fosse a meditação sobre um momento de contínuas partidas e é o prólogo para um trabalho que tem seu clímax em “Cellophane” e alterna momentos de fúria e de extrema suavidade, como em “home with you” e na excepcional “fallen alien”. A produção da própria FKA Twigs, do genial de Nikolas Jaar, de Skrillex e de Benny Blanco é simplesmente sublime e tem outro standout na bela “sad day”.

Absolutamente, um dos mais espetaculares lançamentos do ano confirmando o imenso talento dessa que pode ser considerada sem sombra de dúvidas a mais sensacional revelação da década.

0 respostas

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *