LOU REED – O Menestrel do Lado Selvagem (1942 – 2013)

 

Veja  aqui  o  vídeo  de  “Walk on the wild side”   com  Lou  Reed:

 

Resultado de imagem para lou reedSeguramente uma das maiores personalidades da história do Rock, panteão em que divide os holofotes com gente do porte de Bob Dylan, John Lennon, David Bowie, Neil Young e alguns poucos outros, o americano de família judaica do Brooklin Lou Reed deixa um legado de mais de cinco décadas de carreira, durante a qual pôde orgulhar-se de jamais ter cedido a qualquer tentativa mais comercial ao produzir letra e música. Falou de temas desagradáveis, às vezes com guitarras ainda mais desagradáveis e pagou o preço de jamais frequentar Paradas de Sucesso, chegando ao ponto de merecer do músico Brian Eno  – na época um dos pilares da música e produção discográfica de vanguarda  –  o comentário de que o primeiro disco do Velvet em conjunto com a vocalista germânica Nico, com produção de Warhol, teria vendido um número irrisório de cópias por ocasião de seu lançamento… na realidade, tal comentário tornou-se ainda mais significativo, depois que o cultuadissimo disco da banana (capa de Andy Warhol), mereceu figurar como um dos discos mais importantes da história do Rock e foi referência obrigatória para centenas de novas bandas que vieram a surgir posteriormente.

Resultado de imagem para lou reedNuma época em que vingava a filosofia de paz e amor dos “hippies” e sua lisergia utópica e escapista, Lou Reed falava do submundo de drogas e “michês” e de uma Big Apple operária, cinza e sem “glamour”e atreveu-se  a lançar discos que apenas os fãs mais ardorosos puderam apreciar, mas sempre foi fiel a cada uma das “personnas” musicais que em seu devido tempo acreditou e encarnou: compositor/provocador, esteta musical radical, guitarrista de imenso talento, fundador e líder – junto com o amigo de escola John Cale- da seminal banda Velvet Underground, “protégé”  gravitando em torno do artista Andy Warhol como parte de um grupo de personalidades artísticas “avant-garde”que ficou conhecida como Exploding Party Inevitable e finalmente um dos criadores do andrógino glam rock, com David Bowie e Iggy Pop.

Lou, um bissexual convicto desde a adolescência, chegou a ser tratado em decorrência com choques elétricos, experiência descrita em várias de suas músicas e vivenciou na vida real o inferno de drogas e devassidão de seus versos. Seu grupo de amigos chegava a pagar químicos para a criação de novas drogas — as existentes não eram fortes o bastante!!!. Foi casado com um travesti, Raquel, e pagou aluguel por anos para vários garotos de programa e prostitutas. Reed teria parado de caminhar no lado selvagem nos anos 1990, quando se aproximou da cantora, violinista e artista multimídia americana Resultado de imagem para lou reedLaurie Anderson. Eles mantiveram durante três ou quatro anos um relacionamento aberto, e depois Reed teria parado de encontrar outros parceiros. Tal virada “zen”, coincidiu com a descoberta da prática de “tai-chi” que o acompanhou até à hora da morte.

Além dos 04 discos indispensáveis que gravou com o Velvet Underground em finais da década de 60, Lou deixa um legado de inúmeras colaborações com outros artistas e, sobretudo uma discografia solo iniciada nos primórdios dos anos 70 e que alterna verdadeiras obras-primas, como “Transformer” – provavelmente seu único grande sucesso comercial em escala planetária, com os hits “Perfect Day”, “Satellite of Love” e, sobretudo “Walk on the Wild Side”-  “Berlin”, “Rock’n’roll Animal”, “Coney Island Baby” (todos da década de 70), “The Blue Mask” de 1982 e “New York”de 1989, e, sobretudo o disco-homenagem a Andy Warhol, “Songs for Drella” de  1990  feito em parceria com John Cale, a momentos de estranheza musical radical em discos que apenas os fãs mais ardorosos puderam apreciar.

Em todos, no entanto, sobressai a personalidade ímpar e inquieta de uma das figuras mais geniais e emblemáticas do século XX.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *