,

LYLE MAYS (1953 – 2020)

 

O pianista e tecladista Lyle Mays morreu na última segunda (10), aos 66 anos, de uma doença recorrente que ainda não foi divulgada. Ele ficou conhecido principalmente pelo trabalho de décadas com o Pat Metheny Group, pelo qual ganhou onze prêmios Grammy.

 

A morte de Mays foi anunciada no site oficial de Metheny, que cita uma doença recorrente, mas não revela a causa da morte. O texto diz que o músico estava em Los Angeles, cercado por pessoas que o amavam.
O tecladista e pianista americano Lyle Mays, que tocou no Pat Metheny Group  foi o responsável pelos arranjos, pela orquestração e pela assinatura musical que sempre distinguiu o trabalho de Pat Metheny. O pianista e tecladista, nascido em Wausaukee, no estado americano de Wausaukee, entrou para o Pat Metheny Group nos anos 1970. Ele contribuiu como instrumentista, compositor e arranjador em quase toda a obra do guitarrista, mas também lançou cinco discos solo entre os anos 1986 e 2015.
O primeiro deles, “Lyle Mays”, conta com a ajuda do lendário percussionista brasileiro Naná Vasconcelos. Entre 1993 e 1994, Milton Nascimento e Zizi Possi gravaram “Quem é Você”, versão com voz de uma composição instrumental do americano, “Close to Home”.
Mays transitava entre o jazz e o rock, e também tocou em discos de gente como Joni Mitchell (“Shadows and Light”, de 1980), Earth, Wind & Fire (“Heritage”, de 1990) e Bobby McFerrin (“Medicine Music”, de 1990). Ele ainda gravou trilha sonora para filmes e discos infantis.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *