NÃO PERCAM DE VISTA A FLORESTA

 

Esses dias fiquei rindo sozinho pensando: será que os “isentões” financiaram suas kombis via BNDES?

Só isso explicaria o silêncio ensurdecedor desse grupo em geral tão barulhento hahahahahaha.

Agora, falando mais sério: essa semana o Palocci fez mais revelações sobre o ex-presidente – é uma espécie de novela pornô da corrupção, com capítulos mais e mais explícitos a cada dia.

Algo digno de passar em um hipotético X-Videos da política.

E ontem surgiu a noticia de que houve movimentações de cerca de quarenta milhões de reais na conta de assessores de um deputado da esquerda. Repito, pausadamente: QUA-REN-TA. Milhões. MILHÕES, viu?!

Se você tapar o nariz e passar nas páginas de esquerda, pode até ouvir o vento soprando e ver aquelas bolas de mato que passam nas ruas das cidades-fantasma.

É um verdadeiro oceano de guano de morcego – enquanto o caso envolvendo o filho do presidente equivale a uma sujeirinha de mosca na parede.

Como isso se explica, amigos e vizinhos? Simples.

A esquerda é pragmática e profissional: a direita é abstrata e amadora.

Resultado de imagem para manipuladoresA esquerda, ao anabolizar e manter no noticiário o caso do filho do presidente, encobre com uma cortina de silêncio o verdadeiro problema. Old news, é só a esquerda fazendo o que sabe fazer de melhor: apostar no caos.

A surpresa foi ver tanta gente ligada à nossa “direita” deixar-se pautar docilmente por essa estratégia.

Vejam bem: não estou advogando que não haja punição para todos os envolvidos em quaisquer casos de corrupção.

Acredito em punição – mas acredito em PROPORÇÃO também.

O que me parece claro é que há muita gente prestando atenção demais na árvore – e deixando de perceber a floresta.

Prestem atenção na árvore, amiguinhos.

Mas não percam a floresta de vista.

 

Os caras são profissionais, viu?

 

Artigo de:

 

Foto do perfil de Joseph Agamol, A imagem pode conter: 1 pessoa, barba e close-up  JOSEPH  AGAMOL

0 respostas

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *