TOM JOBIM

Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim (Rio de Janeiro, 25 de janeiro de 1927 — Nova Iorque, 8 de dezembro de 1994), mais conhecido pelo seu nome artístico Tom Jobim, foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro. É considerado o maior expoente de todos os tempos da música popular brasileira por todos os órgãos especializados e é um dos criadores e principais forças do movimento da bossa nova.

 

 

Esse movimento ficou assim conhecido devido à batida de violão característica que surgiu na música “Chega de Saudade”, numa gravação feita por João Gilberto em 10 de julho de 1958 e que é considerada o marco inicial deste gênero musical. Quando se formou a tríplice coroa (Tom ao piano com as letras de Vinicius e o violão de João Gilberto), surgiu com ela a Bossa Nova, que promoveu seu germinar com o LP de Elizeth Cardoso, “Canção do Amor Demais”.

Já Tom Jobim nasceu pelas mãos do mesmo obstetra que dez anos antes trouxe ao mundo Noel Rosa. Órfão de pai aos oito anos, ele teve no padrasto seu maior incentivador musical, embora já vivesse em uma família recheada de músicos. Na adolescência, encantou-se com a música e teve como principal companheiro o violão, além do mar e do mato.
Como se antevisse a vida de seu filho, Dona Nilza Jobim, a matriarca, alugou um piano, e desde então Antônio Carlos passou a explorar o instrumento intensamente. Teve vários professores, mas foi Lúcia Branco (professora de Nelson Freire, Arthur Moreira Lima, Luiz Eça e Jacques Klein) quem sentiu nele a vocação para a composição.

O primeiro sucesso veio no ano de 1954, com “Tereza da praia”, música encomendada a Billy Blanco por Dick Farney, e que Tom musicou. Entretanto, pelo fato de sua mulher também se chamar Tereza, ter uma pinta no rosto e por ele tê-la conhecido na praia, Jobim ficou desgostoso, pois sua amada seria conhecida por todos como Tereza da praia. Tom não gostava de trabalhar na noite e dizia que estava indo para o “cubo das trevas”, um lugar onde os bêbados eram os comandantes.

Contudo,  o sucesso veio mesmo com João Gilberto, interpretando “Chega de saudade”, um marco histórico da música popular em todo o mundo. Pouco tempo depois, tendo Newton Mendonça como letrista, Tom compôs “Desafinado”, cuja verdadeira intenção era fazer graça com os vários cantores desafinados que havia naquela época. A pilhéria ficou séria e João Gilberto a gravou de maneira antológica. Sinatra também! As versões de Resultado de imagem para Stan GetzStan Getz e Charlie Byrd venderam um milhão de cópias. “Desafinado” foi tão importante para a divulgação dessa nova música brasileira que o primeiro disco de Tom nos EUA recebeu o título de “Antônio Carlos Jobim — The Composer of Desafinado plays”.

Tal sucesso levou a gravadora Audio Fidelity, com apoio do Itamaraty, a promover em 1961 um concerto de bossa nova no Carnegie Hall, em NY.
A apresentação começou a ser planejada meses antes do show, quando o executivo da gravadora, Sidney Frey, veio ao Brasil e conheceu pessoalmente o famoso Beco das Garrafas e os principais artistas que por lá se apresentavam.

Sua pretensão inicial era apresentar apenas Tom Jobim e João Gilberto, mas mudou de ideia e reuniu um time mais representativo do movimento: além de Tom Jobim e João Gilberto, Luiz Bonfá, Oscar Castro Neves, Sérgio Mendes, Roberto Menescal, Carlos Lyra, Chico Feitosa, Milton Banana, Sérgio Ricardo, Normando Santos, Dom Um Romão, Agostinho dos Santos, Carmen Santos, Bola Sete, Ana Lúcia e vários outros.

A primeira consequência imediata desse show foi o fato de muitos destes músicos americanos gravarem o repertório da bossa nova, o que fez que o gênero ganhasse o mundo e rompesse as fronteiras territoriais.  A segunda e mais marcante, determinou que alguns dos músicos brasileiros trocassem o Brasil pelos Estados Unidos. Oscar Castro Neves, Sérgio Mendes, Tom Jobim e João Gilberto abriram mercado por lá imediatamente após aquela apresentação. Era literalmente o mundo se curvando ante a excelência musical brasileira!

Ainda em 1961 é lançado nos EUA o álbum “Brazil’s Brilliant João Gilberto”. Em abril de 62, é lançado “Jazz Samba”, com uma versão instrumental de “Desafinado” por Stan Getz e Charlie Byrd que vendeu 1 milhão de cópias. A bossa nova estava plantada na terra de Tio Sam.
É reconhecida a influência de Debussy e Ravel na música do maestro Antônio Carlos Jobim, que utilizou motivos impressionistas e estruturas harmônicas semelhantes às desses compositores em suas músicas populares como nas eruditas, como é o caso de A Sinfonia da Alvorada.

A “Sinfonia da Alvorada” de 1960 foi uma obra composta por Tom e Vinicius, sob encomenda de JK, para a inauguração de Brasília. A melodia desta obra é permeada por trechos incidentais de outras obras de Tom, sendo que o gran finale traz um trecho coral, recurso muito usado por Bach.
Em 1987, Tom teve seu nome registrado no Hall of Fame, ao lado de Cole Porter, Michel Legrand, Irmãos Gershwin e Irving Berlin.

Tom Jobim não morreu: parafraseando Monteiro Lobato, ele virou hipótese.

 

Resultado de imagem para tom jobim

 

Quando uma árvore é cortada, ela renasce em outro lugar. Quando eu morrer, quero ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz.”

 

p.s.: Esta postagem complementa uma apresentação musical no Clube de Discófilos Fanáticos, por mim feita em Manaus, capital do Amazonas, na noite de 11/02/2019, sobre a vida e as músicas de Tom Jobim

2 respostas
  1. Edson Gil Costa
    Edson Gil Costa says:

    Show, Paulinho !. Quem esteve presente na sua apresentação no CDF, sabe. Maravilhoso trabalho e um passeio musical belíssimo pelo melhor da MPB. O mastro soberano era duca!

    Responder

Deixe uma resposta

-
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *